quarta-feira, 23 de julho de 2014



CLICHÉ


Perdigota é uma perdiz nova que se utiliza na expressão - não bate a bota com a perdigota - apoiando-se na rima ( em ota ). Significa que qualquer coisa não bate com outra.
in - WIKIPEDIA



Tinha ar de miúda de revista, daquelas dos catálogos de moda, muito gira, de cabelo comprido, uma roupa e estilos fashion, um ar clean, jovem e moderno. Estava numa mesa acompanhada por mais pessoas, do mesmo género, mas foi nela que mais reparei, talvez porque teria a idade da minha filha mais velha e porque era mesmo gira, a miúda!
Os meus sentidos acompanhavam a mesa em perspetiva, lá ao fundo, enquanto me centrava no meu universo da minha mesa de café. De repente, elevou a voz e os meus olhos rodaram para lá. O caniche pequeno saltou-lhe para o colo. -Ai meu Deus, o c"#$&"#$%& do cão mija, vai mijar-me para cima? - perguntava a quem a acompanhava. E repetiu a pergunta, duas, três vezes, no meio das gargalhadas dos outros.

MIJA? Foi MIJA que eu ouvi e c"#$&"#$%& do cão???? Bem alto? Para toda a gente ouvir?
O encantamento esfumou-se pelo ar. Lembrei-me logo de uma outra que também conheço, cheia de RRRR e SSSSS , mas que come curvada sobre o prato e utiliza os talheres como remos de uma embarcação.
De facto, as aparências iludem mesmo, só que não é para sempre... há um altura em que o verniz estala de vez.
Cliché? Berço? Educação? Questão/hábito cultural? Acaso? Cuidado? Feitio? Não sei... o que sei é que gosto bem mais quando a bota bate com a perdigota... pelo menos é mais previsível...






P.S. O inverso ao descrito também se aplica, portanto, o melhor é nunca julgar pelas aparências mesmo, não será?

PARIS ( Post escrito na última noite em Paris) Estamos a deixar Paris. Esta é a nossa última noite nesta cidade maravilhosa. Já cá t...