quarta-feira, 3 de setembro de 2014



SRA. D. NORMALIDADE


E pronto, os dias vão-se instalando, com todo o rigor/vigor deste setembro implacável, com afazeres conhecidos desde sempre, inerentes às rotinas que vão chegando, impiedosas, mas sou de degustação lenta, sempre fui, gosto de prolongar prazeres, deixá-los quase em lenta agonia até que a morte lhes chegue, gozá-los ao máximo, máximo de si mesmos e então, reajo-lhes, às rotinas, de mau-humor e cara feia. Ah pois é, isto cada um... 
Não poderei estar muito mais tempo assim. Também já sei que a Sra. D. Normalidade chegará e eu serei arrastada por ela afora num exercício rápido de adaptação que nos mantém vivos, já sei, mas pronto, agora, agorinha mesmo, se querem saber a verdade, ainda é aqui, mesmo aqui que estou, de alma e coração...







E, enquanto não vem o arrastão dessa Sra. Dona, estou muito bem!!!

BOLHA (Arejada de conforto emocional...) E quando o dia foi hiper cansativo e sentimos que isso, mais o calor insuportável ...