quarta-feira, 1 de outubro de 2014




DE PEITO ABERTO



-Vais ver que não terás dificuldade nenhuma- disse-me uma amiga querida, um dia, neste verão. -Afinal, és afetuosa e é só nisso que tens que te centrar, o resto virá por acréscimo e depois, só depois!
Tenho pensado nisso todos os dias, nestas frases ditas por uma amiga querida e colega mais experiente. E sim, não me tem custado, este fluir. Afinal, os meninos são iguais em todas as constelações e os afetos pegam-se pelo ar, eu sei, sentem-se, respiram-se, apalpam-se, são espontâneos, quando sinceros e saem assim, sem querer, tornando-se tão naturais como a frase da minha amiga mais velha. O resto, virá sempre depois da conquista e completará o quadro desta nova fase. 
E é assim, de peito aberto como na foto, que tento abraçar esta esta minha nova aventura profissional, ainda meio assustadiça, sim, mas sorridente e confiante, como neste dia, nesta maravilhosa praia que descobri este verão.
As pedrinhas estão lá, por todo o lado, a toda a volta, mas quem sabe poderão servir para desenhar corações? Há amores que nascem assim...!