quarta-feira, 9 de abril de 2014


K.O.


E hoje uma virose chata tirou-me a energia do corpo, os músculos pesam-me, a barriga anda às voltas irritantes e uma náusea constante anda por aqui a pairar. E outra vez não resisti ao sofá, estendida com a manta por cima, com o comando da televisão só para mim! Não estão mesmo habituados a ver-me assim, os miúdos e o graúdo cá de casa e estragaram-me com mimos!!! Acho que dormi mesmo durante a tarde, numa languidez preguiçosa, com o cérebro parado e o corpo forçado a este torpor preguiçoso. À medida que o paracetamol vai fazendo efeito, vou-me sentindo a renascer das cinzas e sei que sim, claro, isto não poderia durar para sempre, mas talvez a mãe Natureza se sirva destes bocadinhos para nos obrigar a parar e a ver a chuva lá fora! E mesmo sabendo que ela não dura sempre, lá que é bonita, é...