segunda-feira, 4 de abril de 2016



FOCUS

(do inglês, focalizar, dar foco...)


Há aqueles e/ou aquelas de quem sou incondicionalmente fã e com quem, mesmo sem ler o que escrevem aqui, ou ali, sei que vou concordar, porque me identifico em estilo, forma, ou tom.
Dele, do Miguel Esteves Cardoso, tenho dias, como se costuma dizer. Nem sempre tenho paciência para o seu humor corrosivo e nem sempre o estilo marcadamente irónico me atrai, mas este artigo  que escreveu para o Público, está maravilhoso.
Identifico-me muito com muitas coisas que diz aqui, ou não falasse ele aqui, de amor e coisas que tais.
E hoje, que voltei ao trabalho, aos horários rijos e à impiedosa logística de três filhos, que se abate sobre mim, apetece-me também deleitar-me com aquelas bolhas de tempo que crio, às vezes pequeninas e rápidas, mas eficientes, que me ajudam a manter à tona, a centrar a lente e a mastigar estas coisas que vou lendo por aí. Afinal, será assim que vão fazendo eco, acho...

"O amor é o grande apagador de insignificâncias"...

E esta frase, desse artigo que indico acima, ficou a martelar-me cá dentro, baixinho, baixinho, mas forte, forte.
Valerá sempre a pena apagar insignificâncias... Afinal, elas não servem mesmo para nada, em nenhuma área da nossa vida. Mas isso, eu sei que tu também sabes, ou não estivesses comigo neste caminho.
LUV U!


P.S. Esta foto tem uns aninhos, mas ninguém diria, claro!!

PARIS ( Post escrito na última noite em Paris) Estamos a deixar Paris. Esta é a nossa última noite nesta cidade maravilhosa. Já cá t...