segunda-feira, 11 de maio de 2015







HÁ BRILHOS E BRILHOS
-Tens um brilho, não sei, mas encanta-me...
Diz-me às vezes isto, é verdade e é tão bom! Sim, porque há dias em que me sinto assim a sopeira-da-esquina-que-quase-não-tem-tempo-para-si-e-que-anda-sempre-numa-roda-viva-e-que-tem-cada-vez-menos-paciência-para-coqueteries...
Tenho mesmo cada vez menos paciência, é verdade, porque será? Será da idade? Oh, valha-me Deus...
Mas pronto, vou ficando com a ideia do brilho, o tal, que não sabe explicar, mas que o encanta.
E essa ideia encanta-me a mim também.
Afinal, dizem que os brilhos vêm de dentro e acho que só esses vão importando por estes dias... ou não será?


PARIS ( Post escrito na última noite em Paris) Estamos a deixar Paris. Esta é a nossa última noite nesta cidade maravilhosa. Já cá t...