domingo, 10 de agosto de 2014



SUPER MOON



A minha mãe conta que foram todos para o terraço, nesse longínquo e quente hemisfério sul, para ouvirem pela rádio a transmissão da BBC que relatava em direto a chegada do homem à lua. Ela tinha 19 anos e conta-nos isso muitas vezes, falando do meu avô, avó, primos e primas que encheriam de certeza o grande terraço e que, fervorosamente, seguiam a façanha do Apolo 11. Para os meus filhos parecerá pré-histórico, isto, a inexistência de televisão, Net, redes sociais e por isso acho que ouvem a avó com tanta atenção quando ela conta isto, como se esta avó e os outros que lá estavam, se parecessem de repente como personagens de livro antigo. 
Também se lembra (a mais velha) de um cão grande que tivemos, preto e possante, ao qual pusemos o nome de Armstrong, porque achávamos que tinha que ter o nome de alguém possante também, se não em corpo e pujança física, ao menos em feitos importantes. E assim o astronauta americano, foi lembrado na minha casa desta forma. Isto há coisas...

Dizem que hoje a SUPER LUA se verá maior que todas as outras luas cheias, porque estará mais próxima da linha do horizonte e então, o seu brilho e tamanho sairão do normal, parecendo maior, brilhando mais. Dizem que este fenómeno astronómico se irá repetir no próximo dia 9 de setembro, que é a data em que farei 19 anos de casada! Que giro! 
Hoje à noite não sei onde estarei e não sei se a poderei olhar assim de uma forma mais atenta e cuidadinha que nos outros dias, só para lhe atestar o brilho e o tamanho, mas achei piada à coincidência das datas. É romântico imaginar o luar e uma SUPER LUA outra vez num dia de aniversário de casamento, onde, à partida, imperarão lembranças doces e projetos fortes de vida futura. Então pronto, mesmo sem antecipar datas, planos ou trajetos, fica a intenção de que nesse dia, BEM ACOMPANHADA, a olhe com olhos de ver e lhe agradeça a luz a que chamam LUAR e que torna tudo tão mais assim, sonhador e mesclado de brilho. 
Está prometido!
Dizem que ela, a Lua, é mentirosa, mas saberá guardar uma promessa, não? Afinal, todos a temos um bocadinho...