segunda-feira, 18 de agosto de 2014




NANOSEGUNDO


Ela grita desmesuradamente com todos, não consegue baixar a voz e repete vezes sem fim as mesmas coisas. Tem um timbre vocal irritante, muito irritante. Ela é a mãe e ele é o filho e não tem mais de 8 ou 9 anos. O miúdo é um bocado aparvalhado, tem atitudes assim um bocadinho tontas e irritantes e consigo imaginá-lo em contexto de sala de aula. Muito pouca autonomia, infantilização do discurso e dos comportamentos para chamar a atenção, repetição das asneiras para que reparem nele... pois, o típico!
Ela continua aos gritos histéricos, com ele, com os irmãos mais pequeninos, com o marido e com os pais, avós dos miúdos. A logística da praia com três crianças pequenas é dura, pois então e atrevo-me a dizer que não será para todos...
Às tantas, o miúdo, isolado nas brincadeiras, já que a única coisa que fazem é zangarem-se com ele, prega um susto ao pai, virando-se de repente para o fazer gritar e ri com muito gosto pelo efeito causado. O pai até alinha no jogo, mas é interrompido pela mãe que sai lá de dentro histérica e zanga-se com o miúdo sem fim... -Já te disse para não gritares, não ouves o que te digo? Caramba, agora vais falar até ao final da semana sem gritar, ouviste? Vais aprender a sussurrar, ouviste, su-ssu-rrar...Vamos ver se disto és capaz!!! SU-SSU-RRAR... E virou-lhe as costas, nada convencida de que a sua atitude seria sempre o maior espelho para o gaiato, muito mais do que tudo o que ela lhe pudesse dizer.

E pensei, depois disto, que ao longo daquele tempo demorado em que estiveram ali, não teve, com o miúdo, um gesto, um olhar, uma palavra mais doce, só este registo assim, parvo, parvinho de um todo!
Caramba, há gente mesmo estúpida!!!
Fiquei cheia de pena do miúdo, coitado e pensei, por um nanosegundo se eu, na minha gestão difícil às vezes, de difíceis logísticas, também serei assim... parva, parvinha de um todo..

Jasus, ESPERO QUE NÃO!!!!

.

BOLHA (Arejada de conforto emocional...) E quando o dia foi hiper cansativo e sentimos que isso, mais o calor insuportável ...