sábado, 29 de março de 2014




LAVAGEM DE ALMA


Li algures, ou passou-me hoje pelos olhos um artigo que referia que as lavandarias self service estão a crescer como cogumelos nas grandes cidades e têm-se assumido como uma forma eficaz de poupar na conta doméstica da luz. Quanto a isso não sei, esse conceito chega-me ainda só pelas séries americanas, ou filmes, mas tenho a sorte de poder lavar a alma muitas vezes, de forma gratuita, constante, diária e espontânea. Basta estar atenta e recetiva...
Estes três últimos dias foram especialmente cansativos em termos profissionais. Andei numa roda viva, a gerir situações, a consensualizar, a tentar ser assertiva, o que realmente, admito, nem sempre é fácil. Tenho a sorte de conseguir mudar rapidamente de registo e então, a saída do trabalho traz-me para o colo uma vida pessoal cheia e muito (acho!!) feliz. Deixo um pouco os problemas profissionais atrás de mim, lá ficam a hibernar até ao dia seguinte e lá os recebo outra vez no outro dia (que remédio!), mas já com outra leveza, acho e desejo...! 

Apesar de tudo, continuo a achar que tenho a melhor profissão do mundo! A pessoa anda assim, com o mundo a pesar nas costas e de repente, sem nada fazer esperar e sem pedirmos, vemos cenas destas, assim, e outras parecidas e pronto, ficamos de alma lavadinha e pulmões cheios outra vez!
Basta estar atenta, a sério... 

PARIS ( Post escrito na última noite em Paris) Estamos a deixar Paris. Esta é a nossa última noite nesta cidade maravilhosa. Já cá t...