quinta-feira, 3 de maio de 2018






E DE REPENTE...


E de repente estamos em maio e vejo que há quase um mês não publico nenhum post aqui. Nunca me tinha acontecido e acho que é do turbilhão de assuntos diários que tenho que resolver, a um ritmo de vários por hora, o que me esmifra as energias. E quando paro, disperso-me pelos vários focos de descompressão que tenho e nem sempre tenho privilegiado este... 

E de repente, vejo que o ano letivo está a acabar numa velocidade de tempo alucinante que não me deixa respirar e às vezes, nem processar a informação. E de repente apercebo-me que o Pedro tem quase 1,80m está a acabar o terceiro ciclo e apercebo-me que já só vou ter um filho no secundário. E de repente a vida das duas filhas fora de casa vai-se tornando uma coisa que quase apalpo, de tão próxima que está. E de repente estarei naquela fase de tantas colegas com quem trabalhei, que tinham os filhos nas faculdades e outros já muito crescidos, enquanto eu andava ainda a comprar fraldas e a fazer cinesioterapias respiratórias, com três filhos bebés atrelados a mim. Pois! E como se deu este fenómeno da passagem do tempo, que não dei por ele?
E sim, sou descontraída com esta coisa, mas lá que fico um bocadinho atordoada, isso fico.
Fogo! Vou ali ver se encontro mais fotos antigas, para ver se não me sinto tão... velha?
Pois...