terça-feira, 3 de maio de 2016





ABRAÇO AO FUTURO





És o mais novo e, por isso, também aquele que ouve em terceira versão o que repito vezes sem fim lá em casa: reparos na maneira de estar, na delicadeza, no sorriso, na educação. Reparos na relação que deves estabelecer com os outros. Reparos no filtro que deves ter sempre para avaliar e ponderar. Reparos nos afetos que deves saber construir de uma forma e de outra, ou de outra. Reparos na humildade e saber estar em vários contextos. Reparos na cortesia que não tem prazo de validade, nem destinatário único. Reparos na responsabilidade e brio que deves educar, para cumprires, para aprenderes. Reparos na atenção a alguns pormenores que, sei, passariam esquecidos. Reparos na construção de uma personalidade que não se faz só com conhecimentos. Reparos, sem fim...
Não sei o dia de amanhã e, fogo, ainda bem, mas tenho que acreditar que alguma coisa te/vos ficará.
É que o melhor está mesmo ainda por vir e os abraços ao futuro, fazem parte do presente... mesmo no coração das mães!