quinta-feira, 4 de junho de 2015





JÁ É HOJE...

Estive a ver os posts que fiz dos teus aniversários anterioresum e outro. Todos diferentes, mas todos cheios de alma boa, que é como fico quando falo de vocês. Não sou de ir atrás comparar posts. Escrevo porque sim, sem freio e quase sempre sem grandes correções, daí a probabilidade altíssima de me repetir, mas é assim, os impulsos dão nisto e tornam-se, às vezes viciosos e viciados. Não importa.
Amanhã fazes 15 anos. Digo amanhã, porque ainda estou no AGORA e a véspera, às vezes, traz esta antecipação de logísticas. A minha logística de amanhã não poderia ser pior, com compromissos inadiáveis, alheios a mim e à minha escolha, logo às 8 da manhã. Queria acordar com calma e ir para a tua cama, como faço em todos os vossos aniversários. Ter aquele minuto de sossego num sono que começa a acordar e poder, por momentos pequeninos, estar ali contigo só para mim e dizer-te, mentalmente, tudo o que te desejo e espero para ti. Não me ia zangar com o que fazes às vezes, porque esse minuto não era para zangas, era só para corações cheios de mãe e de filha em dia de aniversário. E pronto, não queria fazer isto com a espada da pressa apontada ao pescoço, mas sim com a calma da preguiça e do tempo que se estica sem fim. 
Vou ter, de manhã, a espada da pressa apontada ao pescoço, não vou conseguir fugir dela, mas aquele minuto vai ser meu na mesma e teu também e como JÁ É HOJE, acho que vou antecipá-lo para já, já... ainda estás acordada?

Parabéns, princesa!!


P.S. "Já é HOJE", de facto, mas como iniciei o post antes da meia-noite, não alterei nada...



BOLHA (Arejada de conforto emocional...) E quando o dia foi hiper cansativo e sentimos que isso, mais o calor insuportável ...